Como Prevenir Doenças Cardiovasculares?

Como Prevenir Doenças Cardiovasculares?

E-Book Dieta DASH (Grátis)

Baixe agora mesmo seu exemplar do nosso E-Book Dieta DASH e tenha no seu celular, tablet ou computador um dos maiores guias de saúde para o coração do Brasil!

Infarto, AVC, hipertensão…as doenças do coração constituem a primeira causa de mortalidade no mundo, daí a importância de saber como prevenir doenças cardiovasculares.

São doenças que podem afetar o coração ou os vasos sanguíneos que o nutrem, mas também a rede de artérias e veias localizadas no cérebro ou no corpo.

Diferentes fatores aumentam o risco de desenvolver uma doença cardiovascular, e apesar de tratamentos bastante eficazes, a chave está na prevenção!

Exatamente por isso que elaboramos esse pequeno guia, e assim, você vai aprender tudo o que deve fazer para evitar uma doença do coração, e viver da melhor maneira possível.

Doenças cardiovasculares o que é?

Uma doença cardiovascular é uma patologia que afeta o coração e os vasos sanguíneos, e é considerada a primeira causa de mortalidade no mundo.

Vale lembrar que não é tão difícil prevenir doenças cardiovasculares, já que seus principais fatores de risco estão associados ao estilo de vida, como:

  • Tabagismo;
  • Obesidade;
  • Má alimentação;
  • Excesso de álcool;
  • Falta de exercício físico;
  • Estresse.

Esses fatores podem causar hipertensão, diabetes, sobrepeso e obesidade, aumentando o risco de um infarto, AVC ou outro problema cardiovascular.

Quais são as principais doenças cardiovasculares?

Antes de aprender como prevenir doenças cardiovasculares, é importante saber quais são as que acometem mais pessoas em todo o mundo:

1. Hipertensão arterial

A hipertensão arterial, ou pressão alta, é um dos primeiros fatores de risco de uma doença cardiovascular ou AVC.

Ocorre quando há uma pressão muito forte do sangue nas paredes das artérias, e geralmente não apresenta quaisquer sintomas, porém, se não tratada, as consequências podem ser muito graves.

É um tipo de problema que pode ser muito bem controlado modificando seu estilo de vida, e se isso não for suficiente, o médico cardiologista em Brasília poderá prescrever medicamentos antihipertensivos.

2. Infarto do miocárdio

Um ataque cardíaco ocorre quando há uma necrose em uma parte do músculo cardíaco, o miocárdio, principalmente porque ele não é mais irrigado corretamente pelas artérias coronárias.

Em outras palavras, quando um coágulo bloqueia uma artéria coronária, o coração é privado de oxigênio, e consequentemente, as células cardíacas “morrem”.

É necessário agir rapidamente para evitar complicações, pois, inclusive, o infarto do miocárdio pode levar à morte.

3. Insuficiência cardíaca

Falamos de insuficiência cardíaca quando o coração não é mais capaz de efetuar corretamente seu trabalho, ou seja, a incapacidade do coração de bombear sangue o suficiente para as necessidades do organismo.

Assim, os orgãos não recebem mais oxigênio e nutrientes essenciais ao seu funcionamento.

Entre as causas mais frequentes, podemos citar:

  • Cardiopatias isquêmicas, por exemplo, infarto do miocárdio;
  • Doença de Chagas
  • Cardiopatias virais;
  • Cardiopatias decorrentes de anomalias das válvulas cardíacas;
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Arritmia cardíaca;
  • Entre outras.

4. Arteriosclerose

A arteriosclerose está ligada ao envelhecimento das artérias, que perdem sua elasticidade em razão da diminuição da produção de colágeno.

No entanto, a formação de placas de gordura que obstruem as artérias, podem acelerar essa degeneração.

Pode vir acompanhada de depósitos de colesterol na parede das artérias, o que aumenta o risco de doenças cardiovasculares.

A arteriosclerose é favorecida por uma predisposição genética, mas também por maus hábitos, onde saber tudo sobre prevenção de doenças cardiovasculares pode fazer toda a diferença.

5. AVC – Acidente Vascular Cerebral

O AVC ocorre por uma falta de irrigação em uma parte do cérebro, logo, o tecido cerebral não sendo mais irrigado, ele morre.

É uma condição que exige um atendimento de urgência, para evitar que partes do cérebro sejam lesionadas, algumas responsáveis por paralisia ou incapacidade intelectual.

O acidente vascular cerebral pode ser isquêmico, que é quando uma artéria do cérebro é obstruída por um coágulo.

Já o AVC hemorrágico é quando uma artéria se rompe, provocando uma hemorragia cerebral.

6. Arritmias – Problemas do ritmo cardíaco

As arritmias fazem o coração bater mais lentamente, muito rapidamente ou de forma irregular, ou seja, quando há uma irregularidade dos batimentos cardíacos, isso é chamado de arritmia cardíaca.

Vários fatores podem acarretar uma arritmia cardíaca: hipertensão, diabetes, hipertireoidismo, assim como excesso de álcool, café, bebidas energéticas, etc.

Assim como outros problemas cardíacos, a chave está em adotar medidas para prevenir doenças cardiovasculares, como manter uma dieta saudável e praticar exercícios físicos. 

9 dicas de como prevenir doenças cardiovasculares

Fora a hereditariedade, o sexo e a idade, os principais fatores de risco cardiovascular podem ser modificados e são sobre eles que a prevenção pode agir: o colesterol, a hipertensão arterial, o tabagismo e o sedentarismo.

Por isso, confira, a seguir, 8 dicas de como prevenir doenças cardiovasculares:

1. Parar de fumar

Além de sua ação nociva para os pulmões, o tabagismo, seja ele ativo ou passivo, é muito mais prejudicial para o sistema cardiovascular.

A fumaça lançada no momento da combustão do tabaco contém substâncias tóxicas, e após inalada, vai para o sangue e se fixa nos glóbulos vermelhos, ocupando o espaço do oxigênio.

Por consequência, com os tecidos menos oxigenados, o corpo aumenta a frequência cardíaca e a pressão arterial para compensar.

Isso modifica a coagulação do sangue e a vasomotricidade das artérias, o que favorece sua obstrução e pode conduzir ao infarto.

Além disso, as substâncias presentes no cigarro aumentam a inflamação no organismo. E esta inflamação nos vasos aumenta o risco de formação de placas de gorduras.

Por isso, se você fuma, largar o cigarro deve ser uma prioridade.

2. Adotar uma alimentação saudável e equilibrada

O papel de uma alimentação variada e equilibrada é essencial na prevenção de doenças cardiovasculares.

Para adotar os melhores hábitos, basta seguir algumas dicas:

  • Limitar o consumo de sal, porque em grande quantidade pode aumentar a pressão arterial. E, se possível, não deixe o saleiro na mesa no momento das refeições;
  • Evitar alimentos ricos em gorduras saturadas (de origem animal), pois estas gorduras têm efeitos prejudiciais à saúde. Por isso, limite as frituras, conservantes e carnes gordurosas; evite excesso de queijos e manteiga também.
  • Privilegie frutas e legumes, alimentos ricos em ômega 3, como peixes, ou certos óleos vegetais, por exemplo, oliva e girassol.

3. Controlar seu peso

Falamos de sobrepeso se o índice de massa corporal (IMC) é superior à 25, e de obesidade se está acima de 30.

Sabe-se que o sobrepeso é um fator de risco importante de doenças cardiovasculares, mas também é responsável por outros fatores que favorecem doenças cardíacas: colesterol, hipertensão e diabetes.

O risco cardiovascular é particularmente elevado quando há excesso de gordura ao redor da circunferência do abdômen.

4. Combater o sedentarismo

Outra dica de prevenção de doenças cardiovasculares é combater o sedentarismo, pois o fato de se movimentar regularmente melhora a circulação sanguínea, a concentração de oxigênio e faz baixar as taxas de açúcar e gordura.

É claro que você não vai se transformar num maratonista da noite para o dia, mas pequenos esforços diários já são eficazes.

Veja o que você pode começar a fazer:

  • Suba as escadas ao invés de pegar o elevador;
  • Se você usa o metrô ou ônibus para ir para o trabalho, desça um ponto antes, a fim de caminhar 15 minutos todos os dias;
  • Encontre um esporte que goste de fazer, como andar de bicicleta, nadar, correr, etc.

Lembre-se apenas de consultar um cardiologista antes de começar a fazer qualquer atividade física, principalmente se você está parado há muito tempo.

5. Manter uma taxa saudável de colesterol

A alimentação é uma das bases da saúde cardiovascular, e já falamos acima de dicas de uma dieta saudável.

Portanto, com uma alimentação variada, é possível manter uma boa taxa de colesterol, uma vez que o excesso de colesterol é nefasto para o sistema cardiovascular.

Por isso, é importante acompanhar de tempos em tempos os níveis de colesterol, particularmente o colesterol ruim, o LDL.

6. Acompanhar a pressão arterial

Para prevenir doenças cardiovasculares, é essencial controlar a pressão arterial regularmente.

Lembrando que o risco de doença cardiovascular aumenta com a idade, principalmente após os 45 anos nos homens, e 55 anos nas mulheres.

É importante consultar seu médico pelo menos uma vez ao ano, e para reduzir os riscos de uma doença cardiovascular, o melhor a fazer é medir a pressão arterial com certa regularidade.

7. Evite toda fonte de estresse

Conflitos familiares, preocupações financeiras, problemas no trabalho.

Tudo isso afeta a vida das pessoas, e impacta muito a qualidade do sono, o qual está associado a vários problemas de saúde, incluindo doenças cardiovasculares.

Para evitar o estresse, a prática de yoga ou meditação pode ajudar, pois ao diminuir seu nível de estresse, reduz o risco de doenças cardíacas.

8. Leve em conta antecedentes familiares

Por fim, a última dica de prevenir doenças cardiovasculares é saber se alguém próximo na sua família é vítima de uma doença cardiovascular.

Conhecer os antecedentes familiares pode ajudar a prever o risco de cada pessoa e assim, melhor prevenir.

9. Melhore seu sono

Dormir bem é um dos melhores remédios que nós podemos “consumir”.

Dormir menos de 6 horas por noite está associado a vários problemas, como às doenças do coração, ansiedade, depressão, irritabilidade, falta de concentração entre outros. 

Além disso, dormir pouco faz seu sistema imunológico funcionar mal, podendo levar a infecções.

Portanto, para prevenir doenças cardiovasculares, durma cerca de 7-8 horas por noite.

Agora que você já conhece tudo sobre prevenção de doenças cardiovasculares, aproveite e tire suas dúvidas com seu médico cardiologista em Brasília Diogo Kalil.

Estou aqui para te ajudar a cuidar da saúde do seu coração

Me mande sua dúvida que terei prazer em ajudar!

como prevenir doenças cardiovasculares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de Ajuda?

Marque sua consulta!

Fale no WhatsApp

Matérias relacionadas