Search
Close this search box.

Como Medir a Pressão em Casa?

Como Medir a Pressão em Casa

E-Book Dieta DASH (Grátis)

Baixe agora mesmo seu exemplar do nosso E-Book Dieta DASH e tenha no seu celular, tablet ou computador um dos maiores guias de saúde para o coração do Brasil!

Você já precisou aferir a sua pressão arterial em casa e ficou na dúvida se o resultado está realmente correto?

Qual aparelho você usa para medir a pressão em casa? De pulso? De braço? Digital ou manual? Será que realmente funciona?

Olá pessoal, meu nome é Diogo Kalil, sou médico cardiologista e minha missão é te ajudar a ter uma saúde do coração. Hoje você vai descobrir como medir a pressão em casa em apenas 7 passos.

Além disso, você vai entender os 8 erros que as pessoas cometem ao aferir a pressão em casa que prejudica o resultado da medição.

Quem deve medir a pressão arterial em casa?

Existem dois grupos de pessoas que podem e devem aferir a pressão em casa.

O primeiro são as pessoas que já tem problemas do coração diagnosticados e precisam monitorar a oscilação da pressão de perto e o segundo são as pessoas que entendem a importância da prevenção e desejam ficar atentos a qualquer alteração na pressão, para conseguir procurar ajuda de um médico cardiologista à tempo.

Qual aparelho usar para medir a pressão em casa?

Para medir a pressão em casa o aparelho mais comum e prático é o aferidor digital e você pode encontrar em duas versões, o de pulso e o de braço.

Porém existe uma diferença no resultado que eles apresentam, o de braço tem uma eficiência muito maior, com resultados bastantes precisos.

Enquanto o de pulso, pode sofrer alterações na medição e prejudicar a interpretação do seu estado de saúde.

Você pode usar qualquer um dos dois, desde que ele tenha o selo do Inmetro para garantir que ele realmente funciona.

Existem alguns aparelhos no mercado, alguns importados inclusive, que oferecem um bom preço, porém não tem confiabilidade, então evite esse tipo de aparelho.

Apesar das duas versões, tanto a de pulso, como a de braço, funcionarem e terem o selo do INMETRO, a minha recomendação é que você utilize sempre o de braço, pois o resultado dele é muito preciso.

Um ponto de atenção que foge do radar da maioria das pessoas é que esses aparelhos digitais precisam ser calibrados pelo menos uma vez por ano, para garantir que a medição seja realmente eficaz.

Além disso, existe o aferidor manual, o esfigmomanômetro, que geralmente é utilizado por profissionais da saúde, ele também oferece resultados bem precisos, porém precisa ter conhecimento para ser utilizado, assim como um estetoscópio.

Além disso, ele exige uma calibração a cada 6 meses, o que torna ele mais complexo de ser utilizado por um usuário comum.

Na dúvida, opte sempre pelo medidor de pressão digital de braço que apresenta um resultado bem assertivo.

Qual a frequência correta para medir a pressão arterial em casa?

Se você está com a saúde em dia e deseja apenas consultar por curiosidade ou prevenção, você pode aferir a cada 15 dias, prestando sempre atenção para não cometer os erros.

Agora, se você tem algum problema do coração diagnosticado, a frequência que você deve aferir a sua pressão vai ser determinada pelo seu cardiologista, de acordo com o que ele julgar necessário para o seu estado de saúde.

Já no caso em que existe dúvida diagnóstica, para ter certeza de como está a sua pressão arterial, você deve fazer quatro aferições por dia, sendo duas pela manhã logo após acordar, antes mesmo do café da manhã e mais duas aferições 15 minutos antes do jantar no turno da noite.

Essas aferições devem ter um espaço entre elas de pelo menos 1 minuto e você deve levar em consideração sempre o resultado maior.

Por exemplo, se você mediu a primeira vez e deu 12 por 8 e após um minuto, mediu novamente e deu 13 por 9, este último resultado é o que deve ser considerado.

De qualquer forma, você deve registrar todas as medições seguindo esse mesmo protocolo por um período de 5 dias.
Antes de falar o jeito certo de medir a sua pressão arterial, você precisa saber os 8 principais erros que as pessoas cometem quando vão aferir a pressão em casa, evitando esses erros o seu resultado vai ser bem mais assertivo.

O primeiro erro ao aferir a pressão é manter o braço mal posicionado, principalmente quando é utilizado o aferidor de pulso, neste caso em específico, o pulso deve ficar na altura do coração.

No caso do medidor de pressão de braço, você deve repousar o braço sobre algo e evitar roupas apertadas para não comprometer o resultado, além de uma dica fundamental que eu vou revelar no tópico de como medir a pressão do jeito certo.

O segundo erro é falar durante a medição, é muito comum, principalmente em casa devido a informalidade da situação, as pessoas não levarem a sério e ficarem conversando durante a aferição.

Este erro pode prejudicar o resultado da medição e em alguns casos o aparelho nem consegue fazer a aferição.

Então a dica é procurar um lugar calmo, se tiver pessoas ao redor, peça para que não lhe interrompam e não falem com você durante a medição.

Se você estiver em um consultório médico, evite fazer perguntas ao profissional durante a aferição, guarde suas perguntas para depois.

O terceiro erro é não repousar o suficiente, é muito comum esse erro, na hora da necessidade, acontece algo, a pessoa senta lá e vai medir na hora, ou até mesmo vai na farmácia, fala que não está se sentindo bem e já pede para medir.

Se você faz isso, está completamente errado, pois pode alterar o resultado, é necessário repousar antes.

Mas quando tempo de repouso antes de medir?

É isso que você vai ver no tópico de como medir a pressão em casa do jeito certo.

O quarto erro é medir a pressão com a bexiga cheia, pois essa prática pode falsear o resultado da pressão para mais, ou seja, sua pressão pode estar dando alta apenas porque sua bexiga está cheia.

O quinto erro é fazer atividade física 1 hora antes da medição, se você se exercitou deve descansar o suficiente para conseguir medir a pressão com assertividade.

Inclusive, em algumas academias eles fazem avaliação física dessa forma, pedem para o aluno fazer atividade e depois aferem a pressão, isso com certeza vai falsear o resultado.

Se você puder, espere pelo menos 1 hora para só depois fazer a medição.

O sexto erro é fumar 30 minutos antes de fazer a medição, aliás, fumar já é um erro e prejudica muito a sua saúde, então se você puder, evite essa prática ao máximo.

Porém se tiver fumado, espere pelo menos 30 minutos antes de medir.

O sétimo erro, similar ao sexto, é ingerir bebida alcoólica 30 minutos antes de fazer a aferição, pois pode aumentar a sua frequência cardíaca e subir a sua pressão.

O oitavo erro é medir a pressão com as pernas cruzadas, isso também pode interferir no resultado, no caso das mulheres, usar salto alto também pode prejudicar, o correto é deixar os pés planos e estáveis no solo.

Agora chegou o momento de você descobrir como medir a sua pressão arterial em casa do jeito certo.

Se esse conteúdo está te ajudando, compartilha com seus amigos e familiares para mais pessoas aprenderem a forma correta de medir a pressão em casa.

O primeiro passo é pegar o medidor de pressão digital de braço.

O segundo passo é esvaziar a bexiga.

O terceiro passo é se sentar confortavelmente em uma cadeira com a coluna ereta e apoiada, para não fazer esforço e os pés bem apoiados e estáveis no chão.

Em seguida, o quarto passo é você aguardar pelo menos 5 minutos, de preferência 10, para não ter interferência no resultado.

O quinto passo é posicionar o manguito a dois dedos de distância da articulação do cotovelo, de maneira justa, porém que não aperte o seu braço.

O sexto passo é posicionar o seu braço da maneira correta, deixar ele relaxado em uma superfície, com o manguito na altura do coração e o seu punho virado para cima.

O sétimo passo é apertar no botão e esperar o aparelho fazer a aferição da sua pressão e lembre-se de não falar ou interagir com ninguém durante o processo.

Após isso, você vai ter o resultado da pressão, o número de cima é a pressão sistólica ou máxima e abaixo dele você tem a pressão diastólica ou mínima, na parte inferior, dependendo do seu aparelho, você encontra a frequência cardíaca, que nada mais é que a quantidade de batimentos por segundo do seu coração.

Feito esse processo você vai aguardar um minuto de intervalo e fazer uma outra aferição no outro braço, e vai considerar o resultado maior.

Se após fazer as duas medições, o resultado entre elas apresentar uma diferença acima de 15 mmHG é interessante você procurar um cardiologista para fazer um check up e ver se não tem nenhum problema vascular.

Perfil do Dr. Diogo Kalil no Linkedin: https://www.linkedin.com/in/diogo-kalil/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de Ajuda?

Marque sua consulta!

Fale no WhatsApp

Matérias relacionadas

Rotina Saudável
Qualidade de vida
Como Estabelecer uma Rotina Saudável

Pronto para transformar sua vida com uma rotina saudável? Neste post, vamos desvendar as melhores dicas para você começar. Descubra como estabelecer hábitos que te