Manteiga ou Margarina: Qual é a Melhor para o Coração?

manteiga-ou-margarina


Manteiga ou Margarina: qual é mais saudável para o coração?

Durante muitos anos, se disseminou a história de que a margarina é mais saudável que a manteiga.

Mas será verdade isso?


Dieta DASH!
 
Emagreça com saúde e controle sua Pressão Arterial!

Leia o E-Book GRATUITO!

More...

Infelizmente, não temos um estudo definitivo que responda essa questão de maneira clara.

O que boa parte dos especialistas defendem é que a margarina seria mais saudável devido ao fato de conter gorduras poli-insaturadas de origem vegetal, enquanto a manteiga seria prejudicial à saúde por conter gorduras saturadas de origem animal.

Porém, quando foram feitos estudos com a margarinas o que foi visto foi justamente o contrário.

Por causa da gordura trans presente em boa parte das margarinas, esses estudos mostraram um aumento do risco cardiovascular.

Agora, cada vez mais, as margarinas estão sendo feitas sem gordura trans, para evitar o aumento de doenças cardíacas.

Já existem margarinas enriquecidas com fitoesteróis, um tipo de gordura de origem vegetal que reduz o colesterol.

Quanto à manteiga, trata-se de um alimento rico em calorias e em gordura saturadas, o que poderia em tese aumentar o risco de doenças cardiovasculares.

Portanto, caso prefira a manteiga, use-a com moderação e prefira as versões “light”, pois são menos calóricas e com menor conteúdo de gorduras saturadas.

Estudos mostraram que manteigas produzidas a partir do leite de vacas alimentadas com grama fresca são mais saudáveis, ricas em ômega 3, ácidos graxos poli-insaturados e vitamina K2.

Em relação à resposta da pergunta sobre qual das duas seria melhor para o coração, não existe uma resposta conhecida pela medicina ainda. O que se sabe é que a margarina com gordura trans NÃO deve ser consumida. No mais, fique de olho nos rótulos. Caso prefira as margarinas, escolha aquelas sem gordura trans e com fitoesteróis. Com relação à manteiga, escolha a “light” e seja moderado no consumo desses alimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *